gototopgototop
  1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
  • Processo Seletivo 2015

  • Prof. Otávio do Canto é premiado pela ANPPAS

  • PPGEDAM no 7º ENANPPAS

  • Prof. Wagner Barbosa, Membro da Academia Nacional de Farmácia

  • Pesquisa de campo no PDS Esperança - Anapu

Identidade Visual do Núcleo de Meio Ambiente

ImprimirE-mail

A Direção do Núcleo de Meio Ambiente (NUMA) institui o Concurso “Identidade Visual do Núcleo de Meio Ambiente” com o objetivo de escolher a melhor proposta que identifique o perfil do NUMA, uma vez que este Núcleo utilizava como identidade visual uma imagem do Chalé de Ferro, que por sua vez não está mais vinculado ao NUMA.

Prof. Otávio do Canto é premiado pela ANPPAS

ImprimirE-mail

Prof. Otávio do Canto e tese premiada ANPPAS 2015A tese de doutorado Conflito Sócioambiental e (re)Organização Territorial: Mineradora Alcoa e Comunidades Ribeirinhas do Projeto Agroextrativista Juruti Velho, no município de Juruti (PA), defendida pelo paraense Luis Otávio do Canto Lopes em outubro de 2012 na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, foi a vencedora em votação durante o 7º Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ambiente (ANPPAS), promovido recentemente.

A íntegra da tese, que foi orientada pelo professor e doutor Jalcione Almeida, pode ser acessada no site do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural - PGDR/UFRGS (clique aqui).

PPGEDAM no 7º ENANPPAS

ImprimirE-mail

PPGEDAM no 7º EnANPPASO PPGEDAM esteve representado no EnANPPAS com a apresentação de dez trabalhos de discentes de Belém e Macapá e de professores do programa. O encontro ocorreu entre 17 e 20 de maio de 2015.

No dia 19/05, durante a assembleia da ANPPAS, foi aprovada a afiliação do PPGEDAM na Associação. Destaque-se, também, a escolha da tese de doutorado do professor do NUMA Otávio do Canto, denominada "Conflito Socioambiental e (Re)Organização Territorial: mineradora ALCOA e comunidades ribeirinhas do Projeto Agroextrativista Juruti Velho, município de Juruti-Pará-Amazônia-Brasil", a melhor tese do período 2012 – 2014. O professor Otávio realizou seu doutorado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul sob orientação do Prof. Jalcione Almeida.

Prof. Wagner Barbosa, Membro da Academia Nacional de Farmácia

ImprimirE-mail

Posse Prof. Wagner Barbosa na ANFO professor Wagner Luiz Ramos Barbosa, docente do PPGEDAM/NUMA e da Faculdade de Farmácia/ICS, tomou posse no dia 15 de maio de 2015 como membro efetivo da Academia Nacional de Farmácia. A solenidade foi realizada no auditório do CEAMAZON (PCT Guamá), sob a condução do presidente da Academia, Dr. Lauro Moreto.

O professor Wagner Barbosa ocupa agora a cadeira de número 72, que tem como patrono o Dr. Alberto Teixeira Paes, e passa a fazer parte de um grupo de ilustres personalidades acadêmicas e pesquisadores das Ciências Farmacêuticas.

Atividade minerária na Amazônia

Escrito por Otávio do Canto

ImprimirE-mail

A implantação de grandes projetos minerários na Amazônia apresenta dinâmicas territoriais marcadas por conflitos socioambientais e prejuízos às comunidades locais. O projeto Mineração Rio do Norte, no município de Oriximiná, é um exemplo dessa condição desde a década de 1970. Além disso, existem várias outras experiências, como a Indústria e Comércio de Minério S/A, com extração de manganês na Serra do Navio (Amapá), entre 1947 e 2003; o Projeto Jari - florestal, mineral e agropecuário (Pará e Amapá), a partir da década de 1970; a mineradora Vale em Parauapebas (Pará), a partir da década de 1980; e Canaã dos Carajás (Pará), a partir da década de 2000.

Por um projeto de cidade justa e sustentável

Escrito por Mário Vasconcellos

ImprimirE-mail

Ao se discutir sustentabilidade dos territórios, temos um grande e urgente tema a debater: o projeto de cidade que queremos.

As cidades representam um dos maiores campos de batalha para o alcance da sustentabilidade e, nesse contexto, de justiça social. São nas cidades que encontramos a maior parte da população mundial, ocorrem as principais atividades econômicas e sobrevêm os mais significativos dispêndios de bens, serviços e energia. Embora as cidades representem um pouco mais de 3% do território mundial, são elas as responsáveis pelo consumo de 75% de todos os recursos existentes no planeta e pela produção de cerca de 75% de todo o lixo do globo terrestre (UNFPA). No contexto da produção de resíduos, as cidades são responsáveis por três quartos da poluição mundial.

Origem das Colônias de Pescadores

Escrito por Sérgio Moraes

ImprimirE-mail

Por que a maioria das categorias de trabalhadores se organizam em sindicatos e somente os pescadores artesanais em colônias? As primeiras colônias de pescadores do Brasil foram fundadas a partir de 1919, implementadas pela Marinha de Guerra. Dois grandes fatores contribuíram para essa investida do Estado: primeiro, o país começou o século XX importando peixes, apesar de possuir um vasto litoral e uma diversidade de águas interiores; segundo e mais importante, após a Primeira Guerra Mundial (1914-1917) aumentou o interesse do Estado na defesa do extenso litoral brasileiro.

Mural PPGEDAM

Sistemas UFPA

  • SIGAA
  • FICAT
  • Pergamum

Parceiros PPGEDAM

  • LINKS-REL CAPES
  • LINKS-REL CNPQ
  • nova logomarca fap2013
  • LINKS-REL FORUM
  • ANPPAS
  • LINKS-REL UPARIS
  • LINKS-REL EMBRAPA
  • LINKS-REL MUSEU
  • LINKS-REL UFRA
  • propesp
  • LINKS-REL LEMAC
  • LINKS-REL NUMA

LINKS-UFPA 74x74LINKS-BIBLIOTECA 74x74LINKS-CAPES 74x74

Registre-se